domingo, 18 de maio de 2008

Chegada a Moatize

Esta foto é de Abril de 1962 e tínhamos chegado recentemente a Moatize, próximo de Tete. Não havia quartel e fomos acantonados nas instalações da Companhia Carbonífera (CCM).
Apesar de se ver um grande edifício, a palhota de primeiro plano é o nosso refeitório; também se vê o depósito da água (que é fervida e depois filtrada), o parque-auto (ao relento) e o assador de churrascos. O resto das instalações fica encoberto com o refeitório.

O elemento dominante é o pó de carvão, que nos suja os lençois da cama e o corpo, que depois lavamos com água barrenta do rio, a mesma que é usada nas máquinas.

Vamos ter que fazer um quartel...

1 comentário:

Manuel disse...

Sou um dos militares que antes de vós estivemos em Moatize e pertencia à companhia artelharia 177, era o enfermeiro.

Gostava de saber como vos contactar para podermos tirar impressões acerca de Moatize.